A polêmica pelo ato de amar

casalboticario

Tudo que eu queria era fugir dessa opinião comum, mas, me comoveu o fato de como um simples comercial afeta a vida das pessoas. Já pararam pra pensar de que a vida para e tudo se volta para algo que não deveria fazer tanta diferença na vida, no pensamento, na educação de alguém? Poderia dizer muitas coisas, mas os pensamentos de algumas pessoas que se pronunciaram se coincidem com o que eu penso, e acabaram falando o necessário para que os leitores captem a mensagem.

O grande assunto do momento foi o comercial da marca de cosmético O Boticário, em que há casais tanto heterossexuais como homossexuais, o que causou um falatório danado. Não estou aqui pra dar crédito a marca nem muito menos impor que alguém compre produtos, pois não bastou de uma vantagem midiática para atrair consumidores, o que sempre fazem em épocas em que se comemoram algo. Alguns conservadores resolveram se manifestar contra e houve até campanha para boicote e abertura de processo no Conar, o que a meu ver não vai adiantar muito, o máximo que vai acontecer é a paralisação do comercial que não deveria. Mas para informar muitos os homossexuais não irão sumir do mundo.  Essa é só mais uma de um monte de oportunidades que a sociedade vai ter em acostumar-se com o fato de que o “diferente” também é GENTE e tem o mesmo direto do que um hétero.

As pessoas estão criando um preconceito dentro de si próprias incapazes de aceitar o outro como é independente de sua condição sexual, cor, classe social. O que vemos todos os dias é que cada ser vivente dentro de uma sociedade é rotulado como alguém, seja ele o pobre, o “viadinho”, a “neguinha ou o neguinho”, os filhos da faxineira, o “playboy”, o crente,  seja lá o que for, mesmo que não assuma cada um tem um preconceito formado sobre alguém. Além de educar quem vive ao redor com um julgamento ridículo, estamos formando pessoas cada vez mais sem respeito ao próximo, e ainda dizem conservar a tradicionalidade de uma família. Onde está o amor? Se acha o suficiente bater no peito e assumir o que é, porque não educar as crianças a respeitar todo e qualquer tipo de pessoa? Porque o coleguinha de classe pode se assumir futuramente, porque a amiguinha se veste como menino pra ir pra escola, porque e porquês… Então não tirem as crianças da sala, porque isso é exemplo, exemplo esse que quando estiver conhecendo o mundo sozinha vai querer entender, e visualizar mundo afora o que chamam de “esse tipo de coisa”.

É vergonhoso em pleno século XXI em que as pessoas que acompanharam o início da modernidade, fechassem a visão para coisas que sempre esteve presente no mundo, mas nunca foi tão explícito como agora. O que me admira Oswald e Mário de Andrade, Tarsila do Amaral, entre outros artistas que estiveram na semana da arte Moderna, mais conhecida como “Semana de 22”, em que muitos artistas foram julgados por demonstrar o ponto de vista sobre as crises que aconteciam na sociedade que eram impossibilitadas de serem reveladas ao público.

Independente da forma em que viveu, como foi criado ou a que religião pertence, as pessoas não precisam que você seja um grande amigo, mas que independente das coisas que acredita, aceite de forma justa o que cada um é. Ultimamente as pessoas tem tido medo de ser o que são por causa do preconceito do outro,e não é a esse ponto que devemos chegar. Se você que acredita em um Deus, e dentro da religião diz que se deve amar o próximo, e você exclui o ser por causa do que ele é, desculpa você simplesmente está violando o que acredita, o que me faz pensar em que Deus é esse? Ou o que a sua bíblia diz? Quem me garante que na época de Jesus não existia homossexuais? Quem somos nós, pra julgar alguém?

Hoje vi uma postagem que até já estava na ideia de compartilhar sobre comerciais que passaram em TV aberta ou foram expostos na rede, mas alguma mente brilhante já tinha feito isso.  O tumblr : Aproveita e Boicota Também,  registram marcas como a Google (sistema operacional android), MC Donnald’s, Disney Pixar, Apple, Burger King, Coca – Cola, entre outras, que não se acomodam e defendem a visibilidade dos homossexuais.

Confira alguns comerciais:

Vai ter abraço afetivo sim! Vai ter manifestação de amor sim! Vai ter beijo homossexual sim! E se reclamar vai ter mais ainda!

A Motorola também se pronunciou criando uma animação colorida de uma passeata cheia de fofurices defendendo e celebrando a diversidade, essa semana a empresa divulgou a campanha #EscolhaOAmor . Tudo isso sabe por quê? Domingo dia 07/06 haverá a passeata, mais conhecida como Parada do Orgulho LGBT, na avenida Paulista em São Paulo. A empresa irá instalar pontos de WiFi e fazer a distribuição de anúncios no trajeto .

 

lkjh

Anúncios

HollySiz – The Light

clipe-holly619

Percebemos que ultimamente grandes assuntos têm tomado conta da mídia, e até mesmo uma conversa entre a sociedade. Dentre esses assuntos se encaixam a identidade e gênero de inúmeras pessoas que nos cercam.

Vivemos em um mundo em que não existe um padrão certo a ser seguido, e é importante lembrar e ressaltar que não se pode viver de padrões. Podemos analisar que em muitas famílias o conservadorismo está sendo deixado de lado, e tem aberto a mente para as grandes transformações que o mundo gera. Na verdade muitas coisas já existiam, mas nunca foi tão debatido como agora.

Pessoas é disso que devemos ter em mente ao ver qualquer ser que habita e vive, pois além do que ele veste, do que mostra pra sociedade o que é, e antes de julgar, devemos lembrar que é uma pessoa, assim como todas aquelas que vivem ao seu redor e você o aceita por encaixar no seu “padrão de vista”. Hoje em dia o número de pessoas transsexuais tem aumentado muito, e antes de qualquer preconceito vir a tomar conta de ti, procure ao menos saber a história de cada um, pois depois que aprendemos a conhecer melhor as pessoas, qualquer impressão pode ser quebrada.

É admirável qualquer pessoa que têm a coragem de assumir aquilo que é, aquilo que sente, não importa a idade, tamanho, problemas que vão enfrentar para a aceitação, mas só querem ser livres naquilo que sentem-se bem. É preciso que a sociedade se acostume e ao menos respeite qualquer tipo de pessoa.

6a00d8341c730253ef01bb078fb93a970dO clipe da banda francesa HollySiz, The Light nos convida a abrir os olhos para isso, onde uma criança trans, não tendo medo do que é, se assume desde cedo, usa vestido nos seus dias inclusive para ir à escola, e enfrenta preconceitos de seus colegas e inclusive de seu próprio pai.

A música que em sua tradução quer dizer “A Luz”, mostra que podemos enxergar além, que podemos acreditar em nós mesmos e podemos mudar. O título e a tradução se conduzem de uma sintonia que se pode dizer que as pessoas têm luz, e é nisso que temos que acreditar.

O final do clipe é bem emocionante e vale a pena assistir até o final, pois apesar de dentro de nós ainda ter um pré-conceito, podemos aceitar as pessoas do jeito que são. E o amor pode nos ensinar tudo isso.

lkjh

E se fosse com você ?

10482128_709510959128541_1624756055675714179_o

O ser humano ultimamente têm se mostrado muito vazio em inúmeras de suas atitudes, principalmente na qual uns se acham melhores que os outros e querem que todos se pareçam consigo mesmo. O preconceito é o alvo mais forte que envolve as redes nos últimos tempos e isso me impressiona, pois todas as pessoas têm o livre arbítrio de ser quem elas querem, de ter escolhas, opções sexuais, religião, entre outras coisas que incluem na sociedade.

O número de agressões homofóbicas cresce a cada dia mais, pois ninguém é adulto o bastante para aceitar as pessoas do jeito que elas são, se você não acha legal um casal homossexual ou um transsexual, não precisa se misturar, agredir, pois além de tudo eles têm vida como todos nós temos, eles também amam, querem ser felizes, e conseguir conquistar lugar nesse muno tão preconceituoso.

Eu com certeza serei julgada por muito de meus amigos e leitores por esse post, mas desde já deixo bem claro, eu não sou homossexual, mas eu respeito, pois dentro do meu ciclo de amizade existem pessoas que são, e eu dou o maior apoio, e tenho orgulho delas assumirem o que sente e querer cada dia mais encontrar o seu espaço. Desde sempre eu tenho a opinião de que você não precisa ser o que as pessoas querem, isso é coisa de mídia, mas se você sente uma necessidade tamanha de se assumir para o mundo, faça isso, se alivie, voe, mostre para a grande população que se acha a certa que você pode ser muito melhor do que rótulos que a grande maioria da sociedade impõe.

Todos sem exceção tem direito de ter escolhas e ser aceito em qualquer lugar, seja em um ambiente de trabalho, em um lugar público, etc… Pois ser gay, trans, bi, não vai fazer dessa pessoa menos ser humano do que um heterossexual. Está na hora de acordar e quebrar rótulos, quebrar essa imposição de que todo mundo tem que seguir um padrão pra ser correto, seja você !!

O vídeo do canal Põe Na Roda, me chamou muito a atenção essa semana, os dados em que eles comprovam me assusta, principalmente pela expectativa de vida de uma pessoa homossexual ser bem menos do que uma pessoa heterossexual. É complicado ainda nos dias de hoje em que situações como a fome é menos importante do que se importar com a opção sexual de alguma pessoa. Já parou pra pensar que em quanto você deseja que todos os gays sumam do mundo, alguém bem próximo de você pode estar “querendo sai do armário”? E aí você não vai mais gostar dessa pessoa por causa da opção dela?

Te convido a assistir o vídeo E se fosse com você? E verás que não é preciso ser homossexual para sofrer homofobia, héteros, também já sofreram agressões por humanos acharem que ele homo. Até que ponto iremos parar, se você achar que a pessoa é gay você já parte pra agressão? Chegou a hora de crescermos dentro de nós mesmos, e aceitar que a sociedade muda com o tempo, e gay sempre existiu , isso não é novidade e nem influência para as gerações que virão, temos que educar o cidadão antes que ele vire um bicho de sete cabeças.

Eu tenho a minha opinião e quero que respeitem independente se você acha certo ou errado, sim mesmo sendo hetero já fui confundida muitas vezes, mais nunca sofri agressão.

Agora eu te pergunto e se fosse com você? Não importa, se você é gay, se você é hetero, se você é lésbica, se você é trans, se você é bi  isso pode acontecer com qualquer pessoa.

lkjh

 

#EuNãoSouUmMacaco

eunaosouummacaco

 

A sociedade que me desculpe, mas eu não sou obrigada a compartilhar uma tag preconceituosa. Eu não sou um macaco e não admito que as pessoas se considerem um, afinal macaco é um animal não um humano que erra, ofende e despreza seres da nossa sociedade. Tudo bem que a ciência diz que os nossos ancestrais podem (teoria) ter origens como a do macaco, mas isso não é motivo para a sociedade colocar rótulos em pessoas.

O negro é cidadão e humano como qualquer outro e luta todos os dias pra ser aceito no mundo, pra ter os mesmo direitos que as outras pessoas têm. Se olharmos ao nosso redor vamos encontrar muitos problemas piores do que a cor de uma pessoa, porque ninguém tem preconceito com o branco, com o rico, com toda a elite que tem mais direitos que a gente no mundo? Será que dinheiro, uma marca, um nome é mais importante do que o caráter de uma pessoa?

Todos os dias é trabalhado sobre o racismo e o pré-conceito, e isso acaba ficando chato trabalhar o mesmo tema diariamente. A nossa sociedade já tem que ter a consciência de como as pessoas são e aceitá-las independente da cor, opção sexual, classe social. Qualquer pessoa tem que ter os mesmo direitos, e ao invés de julgarmos, deveríamos pensar que ao criar uma campanha ridícula ainda existe fome, ainda existe escravismo, moradores de rua, inclusive pessoas vazias sem consciência, sem sentimento, que julga sem conhecer e se torna apenas um número nas pesquisas de moradores de um país/cidade/estado.

O ser humano é o pior dentre todos os seres vivos que a ciência estuda, não pela sua parte física e sim interior. Acho errado e defendo qualquer pessoa que é vítima de agressão verbal, preconceito, racismos, bullying em geral. Assim como somos aceitos que tal começar a aceitar as outras pessoas também?

De verdade eu tenho dó é dos macacos por tanta gente se achar que nem eles, aposto que eles não acham nada legal dessa palhaçada toda. E só pra deixar bem claro, quem tem raça são animais não pessoas!

nnnb