Eu voltei

tumblr_lkf29nsbnk1qjwel2o1_500_large

Eu voltei… Não por sua causa, nunca pense isso, mas por mim, eu precisava, na verdade eu necessito dessa alma, mesmo que presa a algumas memórias me faz ser quem realmente eu quero ser.  Nunca fui do tipo que se prende , disso você sabe muito bem, mas de todas as coisas que fazemos, o que procuramos mesmo é sobreviver a cada oceano que nos sufoca. E foram longos oceanos, intermináveis, me contentaria apenas por aquele rio que passa por dentre os córregos das sua cidade.

Eu voltei, mas não por você, se contente, mas sabe é que o céu daí é tão bonito, que as estrelas apenas fazem o seu papel de encantar e transbordar a alma, a lua apenas nos enche de amor, chega a ser emocionante, é por isso que suspiro todas as noites, por ter um amor constante pelo céu.

Se me conhecesse muito bem saberia que eu não voltei por você, sabe muito bem que sempre estou a procura de novas aventuras e novos vícios, e meu bem, dessa vez, me viciei pela dádiva de viver, vou te falar que é incrível,  deveria se desprender dos medos e fazer o mesmo, e a vista do alto é muito melhor sozinho.

Eu voltei e foi a melhor coisa que fiz desde então, descobri que o sotaque do sul me encanta mais, aliás aquele frio está sempre aqui me protegendo das grandes ondas de calor intenso que não me deixa respirar.  E é isso que me aquece todos os dias, pois acabei percebendo que o frio é calor, é só sabermos lidar com as coisas.

Eu voltei, e fiz disso meu novo lar, fiquei, mas quero voltar de novo pro meu antigo lugar, onde os paraquedas soltam-se mais fáceis e não corro o risco de ficar pendurada no ar com medo de cair em terras estranhas…

rodapé

Anúncios

Como me sinto, escrevendo ….

Escrever_tumblr

Eu poderia escrever muito mais do que sonhos, palavras, sentimentos e coisas absurdas que ocorrem dentro de mim.

Eu poderia simplesmente me expressar em quadros mal pintados, ou até mesmo em fotografias onde ninguém iria entender.

Poderia até mesmo tentar me espelhar na filosofia de Sócrates, Platão, Parmênides, ou até mesmo na minha própria filosofia, mas isso seria demais nem todos iriam entender o que eu quero dizer, como quero me expressar e em quem me espelhei.

 Ás vezes me sinto fazendo obras de arte que no meu conceito pude ter feito a obra pensando em algo, mas não vai ser a mesma coisa que as pessoas irão pensar.Aqui dentro uma alma grita, um infinito de coisas passam pela mente, e a cada dia da vontade de dizer o que é certo ou errado no mundo, mas eu seria errado, pois seria eu contra milhões.

O horizonte conspira e já não vejo mais as mesmas coisas como via antes, parece que tudo tem que vir de algo, tudo tem que surgir de uma inspiração e fica cada dia mais difícil ter que conviver com isso, pois os olhos já não querem ver como pessoas normais veem, e tudo o que eu queria, era poder ser normal novamente.

Parece alma de escritor, tudo que vê dá vontade de escrever, mas seria estranho eu tirar um caderno da bolsa no meio da rua e sair escrevendo do nada, sem mais nem menos.

 Quero sentir o vento me trazendo inspirações pois o que mais quero mesmo é escutá-lo pois ele me diz a hora certa que tenho que escrever…

-Depois Que Tudo Aconteceu…