Caetano Já Sabia Como Isto Iria Terminar

tumblr_lybs7oCHaT1r9x643o1_500

No início, aquele sorriso difícil e sereno que ela tem me chamou muito a atenção, e formava a combinação perfeita com seu olhar: passava muita sinceridade a quem eram direcionados. Reconfortante, não há como explicar. É sentir.

Depois, pude notar os trejeitos delicados, o modo como andava, como se sentava, o modo como girava o pulso sem sequer perceber que o fazia sempre que ao falar estava explicando algo… A voz! Ah, a voz! Doce, num tom perfeito. Totalmente compreensiva, inteligente, mente aberta. Sempre com o maravilhoso dom de falar e de escutar, coisa tão rara hoje em dia de se encontrar em alguém. Sempre foi de acalentar e de deixar ser acalentada… É como se ela tivesse a consciência plena de nossa necessidade humana de ser e não ser.

O jeito como ela toca, como ela abraça. O abraço dela é muito bom! Encaixa-se perfeitamente; parece até que foi moldada pro meu corpo… ou seria o meu corpo que foi moldado para o dela? Não sei, só sei que ninguém deita a cabeça em meu ombro de um modo tão confortável quanto ela. E ainda deixa seu cheiro, que é pra eu sentir mais saudades ainda depois que ela for embora, que é pra saudade não dormir…

Agora, eu vejo o modo como se deu o nosso “’Tá Combinado” que mostra, dentre outras coisas, como ela é bem resolvida. Isto me fascina.

Aquela pela branquinha, cheirosa e macia é fonte inesgotável de prazer. Suas curvas, todas elas, sem tirar nem pôr, hipnotizam ao mesmo tempo que despertam uma fome insaciável… Imagino se Vênus a visse deitada, do modo como estou vendo daqui, olhando-a como olha pra mim agora, se morreria de inveja ou se se apaixonaria luxuriosamente.

(…) Algo me diz que este texto será um texto incompleto, pois ela se move, olhando pra mim e sorrindo, indicando que vai se levantar. Em momento algum ela oculta o desejo de querer sentir também: isto é muito bom. É muito sincero e eu gosto muito disto.

Bom também é ver que depois de tudo o que atravessamos ela continua me encantando e me fazendo amá-la por todos os motivos, desde o primeiro sorriso difícil e sereno esboçado pra mim, até o beijo na nuca que ela me deu agora e que, diga-se de passagem, impede-me de terminar a escrita dessas linhas. É um convite.

rodapé luan

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s