Eu, você, o resto e nada mais

fanfiction-historias-originais-infinite-dreams-1127857,160920131624

 


 

Aquela poesia que era só minha você veio reinventar, e com um sorriso foi completando as palavras para meus versos, que eram tão intensos numa noite fria debaixo do luar.

A lua sobre nossos olhos, mãos dadas e você com um violão, me tocando aquela musica que no meu peito ardia forte, só pra fazer perder a cabeça e aceitar que contigo não existe mais solidão.

Eu só preciso do calor dos teus abraços pra eu seguir os teus passos nessa caminhada longa, de verdes e escala de cinza que parecem demorar a colorir, mas pra que colorir? Se o vermelho que precisava você já pintou o intimo do meu peito, pra eu não fugir pro sertão.

Ah esse sertão que não vale nada, milhões de pensamentos na minha mente vazia, inacabada, e só o pó que me resta na cara, pra arder os olhos e perceber, ali não é meu lugar. Deixo escrito um nome na árvore que é preu não me esquecer de que aqueles ventos empoeirados já me fizeram feliz algum dia, agora a brisa que passa apaga tudo que já foi escrito sem precisão.

Venho pra cidade só pra te encontrar, e ao meu peito, é o seu lugar, venha sem medo, pois temos muitas migalhas de pão pra jogar nos caminhos que andaremos, e que não voltaremos, pois as pombas da bondade que nos une de verdade, vão comer todas as pistas que deixamos.

Isso será secreto, só entre eu, você, o resto e nada mais…

lkjh

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s