Acostumar com finais

tumblr_l81lzmsjUo1qcu96ko1_500

Só leia isto se estiver preparado! Só uma dica você pode ler este texto escutando A Thousand Years ( video final do post)

Às vezes eu preciso aprender a me acostumar com finais. Tudo bem você já deve ter lido essa frase esses dias ou no meu instagram ou no meu facebook, na verdade eu queria muito falar sobre finais de livros, pois é sempre uma decepção quando a aventura acaba e é preciso começar uma nova história.

Essa frase me aperfeiçoou muito essa semana, eu preciso me acostumar com finais, de semana, de mês, de ano, e até mesmo de paixões, vidas. Sinto que de alguma forma se você ler isso se sentira tomado por uma culpa que te eterniza e nunca me fala o que sentia quando estava comigo. Me acostumei com você aqui comigo, mas eu não quero mais sentir esse aperto que me prende em você.

Amores vêm e vão, mas o que eu sinto é diferente, poderiam acontecer muitas voltas em nossas vidas que eu continuaria te amando, poderia passar mil anos que por mais mil eu te amaria. Eu morro todos os dias esperando por você, é isso que eu sinto, é isso que a sua musica favorita  diz. Tem alguma coisa errada aí, algo esta faltando para dar certa apimentada na historia só pra descontrair, afinal você adora descontrair, ainda mais quando as coisas são feitas para zoar, ter um toque satírico.

Então vamos, senta vamos colocar tudo em ordem só para começar, eu olharia todas as estrelas e contaria todas elas, mesmo que se aparecessem calos nos meus dedos, isso é o que diz a lenda, eu dormiria no Louvre so pra perceber que eu não preciso de hotéis caros, só preciso de obras de arte, cultura, para que eu possa escrever uma poesia depois.

Poesia, descobri seu ponto fraco é disso que você gosta, da musica que é poesia, quanto mais romântica melhor, é nelas que você se encontra, é nas malditas musicas poéticas que você se esconde, e olha que tenho te encontrado em todas que tenho escutado, afinal vivemos um pouco de cada coisa.

Chega a ser engraçado o porquê de tudo isso, as mesmas series, as mesmas bandas, os mesmos gostos, tão iguais, tão diferentes que parecíamos laranja e suas metades, céu e mar, impossíveis de viver uma historia. Sempre odiei ter que viver nessa situação, ta aí paguei nunca deveria ter falado que não ia passar por isso, tudo culpa sua, afinal é tudo culpa sua mesmo, pois estou sem dormir, sem comer, e sem amar…

nnnb

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s