Frase da Semana – Carlos Ruiz Zafón

tumblr_ll0123igzr1qg6di8o1_500

 

“[…] Peguei uma folha de papel branco e deixei a caneta me levar. Nas minhas mãos, a caneta não tinha nada a dizer. Procurei em vão as palavras que queria oferecer a Nuria Monfort, mas fui incapaz de escrever os sentir qualquer coisa, exceto um pavor inexplicável por sua ausência, por sabê-la perdida, ceifada pela raiz. Tive o pressentimento de que algum dia ela voltaria para mim, alguns meses ou anos mais tarde, e que eu sempre levaria sua lembrança no toque de uma estranha, em imagens que não me pertenciam, sem saber se era digno de tudo isso. Você vai embora em meio às sombras, pensei. Do mesmo jeito que viveu. […]

– A sombra do vento  ( Carlos Ruiz Zafón) pg. 286

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s